Circular Astronômica

Circular nº 014
URANOMETRIA NOVA
2004.ABR.18

 

Eclipses do Sol e da Lua em 2005

Irineu Gomes Varella
Priscila Di Cianni Ferraz de Oliveira

 

Em 2005 ocorrerão 4 eclipses: 2 do Sol e 2 da Lua. Apenas o eclipse anular-total do Sol em 08 de abril e o eclipse penumbral da Lua em 24 de abril poderão ser observados, parcialmente, no território brasileiro:

 

 

I - ECLIPSE ANULAR-TOTAL DO SOL - 2005.ABR.08 - DJ 2.453.469,359
Visível parcialmente, ao seu final, no oeste do Brasil


Visibilidade Geral: Oceano Pacífico, América Central e América do Sul;
A Faixa de Centralidade percorrerá: Oceano Pacífico, Panamá, norte da Colômbia e Venezuela.
Visibilidade parcial no território brasileiro: Rondônia, Acre e oeste do Amazonas;
Duração máxima: 42 s
Grandeza na centralidade: 1,007

 

II - ECLIPSE PENUMBRAL DA LUA - 2005.ABR.24 - DJ 2.453.484,914
Observável no Brasil do seu início até o nascer do Sol

FASES
DATAS
HORÁRIOS
Entrada da Lua na penumbra
24.04.2005
04h 50m
Meio do eclipse
24.04.2005
06h 55m
Saida da Lua da penumbra
24.04.2005
09h 00m


Cabe ressaltar ao leitor que os eclipses penumbrais da Lua são extremamente difíceis de serem observados pelo fato da Lua ter pequena atenuação de brilho ao ingressar na penumbra terrestre.

 

III - ECLIPSE ANULAR DO SOL - 2005.OUT.03 - DJ 2.453.646,939
Invisível no Brasil


Visibilidade Geral: Oceano Atlântico, Europa, África e Oceano Índico;
A Faixa de Centralidade percorrerá: Oceano Atlântico, norte de Portugal, Espanha, Mar Mediterrâneo, Argélia, Tunísia, Líbia, extremo nordeste do Chade, Sudão, extremo sudoeste da Etiópia, norte do Quênia, extremo sul da Somália e Oceano Índico.
Duração máxima: 4 min 32 s
Grandeza na centralidade: 0,958

 

IV - ECLIPSE PARCIAL DA LUA - 2005.OUT.17 - DJ 2.453.661,003
Invisível no Brasil

FASES
DATAS
HORÁRIOS
Entrada da Lua na sombra
17.10.2005
08h 34m
Meio do eclipse
17.10.2005
09h 03m
Saida da Lua da sombra
17.10.2005
09h 32m
Grandeza
0,07
 

 

INFORMAÇÕES ADICIONAIS

1. Os horários das fases dos eclipses lunares valem para o fuso (-3h) que abrange a maior parte do território brasileiro (hora de Brasília). Para as localidades situadas nos fusos (-4h) e (-5h) subtrair respectivamente 1h e 2h dos horários indicados tendo-se em conta as eventuais mudanças de data;

2. No período em que estiver vigorando o horário de verão, somar 1h aos horários indicados;

3. Para cada uma das datas estão indicadas, também, as datas Julianas (DJ) correspondentes aos instantes centrais dos eclipses. Para esclarecimentos sobre esse sistema de contagem do tempo consulte o CALENDÁRIO ASTRONÔMICO nesta página.