nº 027
20 de Outubro de 2006

Trânsito de Mercúrio

08 de Novembro de 2006

 
Irineu G. Varella & Priscila D. C. F. de Oliveira
 

O termo trânsito, em Astronomia, tem dois significados: pode se referir à passagem de um astro pelo meridiano de um determinado observador ou à passagem de um planeta interior à frente do disco solar. É com o segundo significado que nos referimos ao fenômeno que poderá ser observado em 08 de novembro deste ano.

Fig. 1 - Trânsito do planeta Mercúrio.

Um trânsito não deixa de ser um eclipse ( parcial ) do Sol por um planeta interior ( Mercúrio ou Vênus ). Os trânsitos de Mercúrio são fenômenos relativamente freqüentes: em média, cerca de 13 trânsitos ocorrem em cada século. O primeiro trânsito de Mercúrio observado e registrado foi o de 07 de novembro de 1631 ( há 375 anos, portanto ), visto por Pierre Gassendi em Paris.

NUNCA OBSERVE O SOL SEM A DEVIDA PROTEÇÃO PARA A VISTA

Na figura abaixo está representada a trajetória do planeta Mercúrio (representado por um pequeno disco negro) sobre o disco solar durante o trânsito. O deslocamento do planeta se dá no sentido de Este para Oeste do disco solar, ao contrário do que acontece durante os eclipses solares onde o deslocamento da Lua se faz de Oeste para Leste. Os horários correspondentes às posições de Mercúrio são dados em Tempo Legal do Distrito Federal (TDF). Para as localidades situadas nos fusos horários (-4h) e (-5h) subtrair, respectivamente, 1h e 2h dos horários indicados.

Fig. 2 - Trajetória do planeta Mercúrio sobre o disco solar durante o trânsito de 08 de novembro ( I.G. Varella ).

Na tabela 1 estão as efemérides gerais para o fenômeno assim como as informações técnicas destinadas aos astrônomos profissionais e aos amadores que possuem conhecimentos mais avançados. As fases finais do fenômeno (saida de Mercúrio do disco solar) não poderão ser observadas de nenhuma localidade do território brasileiro pelo fato do Sol já se encontrar abaixo do horizonte.

TABELA 1 - INFORMAÇÕES TÉCNICAS GERAIS
( Não está considerado o Horário de Verão )

 
  FASE  
Hora (TDF)
 
Ângulos de Posição

01
  Primeiro contato externo (t1)  
16:12
 
140,9º
02
  Primeiro contato interno (t2)  
16:14
 
141,2º
03
  Meio do Trânsito (M)  
18:41
 
205,0º
04
  Segundo contato interno (t3)  
21:09
 
269,0º
05
  Segundo contato externo (t4)  
21:11
 
269,3º

OUTRAS INFORMAÇÕES
06
Semi-diâmetro do Sol  
968,72" = 16' 08,72"
07
Semi-diâmetro de Mercúrio  
4,98"
08
Razão: semi-diâmetro de Mercúrio / semi-diâmetro do Sol  
0,005 14
09
Distância mínima de Mercúrio ao centro do disco solar   - 422,9" = - 07' 02,9"
10
Posição de Mercúrio na órbita  
Nodo Ascendente

Na tabela 2, estão relacionados os dados necessários à observação do trânsito em 50 cidades brasileiras. Nas colunas encontram-se os horários do ocaso do Sol (O), os horários do primeiro contato externo de Mercúrio com o disco solar (t1) e do primeiro contato interno (t2), além do do instante do meio do fenômeno (M), a duração em horas e minutos (Dur), assim como a altura (h) e o azimute (Az) do Sol nos instantes considerados. Todos os instantes então indicados no formato [ hh:mm:ss ] e correspondem aos horários locais. É importante salientar que em Astronomia não se utiliza o chamado Horário de Verão e, na confecção das tabelas e gráficos, não levamos em conta o seu uso. Para as localidades em que ele vier a ser implantado, acrescentar 01h aos horários assinalados.

 
TABELA 2 - EFEMÉRIDES LOCAIS PARA O TRÂNSITO
( Não está considerado o Horário de Verão )
 

LOCAIS
 
O
t 1
h
Az
t 2
h
Az
M
h
Az
Dur

Aracajú-SE
 
17:29
16:11:31
17,5º
256º
16:13:24
17,0º
256º
--------
-----
----
01:17
Baurú-SP
 
18:32
16:11:30
30,9º
263º
16:13:23
30,5º
263º
--------
-----
----
02:20
Belo Horizonte-MG
18:08
16:11:29
25,8º
261º
16:13:22
25,4º
260º
--------
-----
----
01:57
Belém-PA
18:03
16:11:41
25,8º
252º
16:13:34
25,3º
252º
--------
-----
----
01:51
Blumenau-SC
18:39
16:11:28
31,3º
266º
16:13:21
30,9º
266º
--------
-----
----
02:27
 
Boa Vista-RR
17:47
15:11:49
35,7º
247º
15:13:41
35,3º
247º
17:40:29
01,2º
253º
02:35
Brasília-DF
18:19
16:11:33
28,8º
259º
16:13:26
28,4º
259º
--------
-----
----
02:07
Campina Grande-PB
17:20
16:11:33
15,4º
255º
16:13:26
15,0º
25
--------
-----
----
01:08
Campinas-SP
18:25
16:11:29
29,1º
263º
16:13:22
28,7º
263º
--------
-----
----
02:14
Campo Grande-MS
17:55
15:11:33
36,2º
265º
15:13:26
35,8º
265º
17:40:24
02,5º
253º
02:43
 
Corumbá-MS
18:02
15:11:35
38,5º
263º
15:13:28
38,0º
263º
17:40:25
04,2º
254º
02:50
Cuiabá-MT
17:51
15:11:36
36,5º
260º
15:13:29
36,1º
260º
17:40:25
01,9º
253º
02:39
Curitiba-PR
18:38
16:11:29
31,4º
265º
16:13:22
31,0º
265º
--------
-----
----
02:27
Dourados-MS
17:55
15:11:33
36.2º
265º
15:13:25
35,7º
265º
17:40:24
02,6º
253º
02:43
Feira de Santana-BA
17:38
16:11:31
19,6º
256º
16:13:24
19,2º
256º
--------
-----
----
01:26
 
Florianópolis-SC
18:38
16:11:28
31,0º
266º
16:13:21
30,6º
266º
--------
-----
----
02:27
Fortaleza-CE
17:26
16:11:36
17,0º
254º
16:13:29
16,5º
254º
--------
-----
----
01:14
Franca-SP
18:23
16:11:30
29,1º
262º
16:13:23
28,7º
262º
--------
-----
----
02:12
Goiânia-GO
18:25
16:11:33
30,2º
260º
16:13:26
29,8º
260º
--------
-----
----
02:13
Itajubá-MG
18:18
16:11:29
27,6º
262º
16:13:22
27,2º
262º
--------
-----
----
02:07
                                             
Joinville-SC
18:37
16:11:29
31,1º
26
16:13:21
30,7º
265º
--------
-----
----
02:26
João Pessoa-PB
17:15
16:11:33
14,4º
254º
16:13:26
14,0º
254º
--------
-----
----
01:03
Londrina-PR
18:42
16:11:31
32,9º
265º
16:13:23
32,5º
265º
--------
-----
----
02:30
Lorena-SP
18:17
16:11:29
27,3º
262º
16:13:21
26,9º
262º
--------
-----
----
02:06
Macapá-AP
18:11
16:11:43
27,8º
251º
16:13:36
27,3º
251º
--------
-----
----
01:59
                                             
Maceió-AL
17:22
16:11:32
15,9º
255º
16:13:25
15,5º
255º
--------
-----
----
01:10
Manaus-AM
17:51
15:11:45
37,2º
251º
15:13:37
36,8º
251º
17:40:27
02,0º
253º
02:39
Maringá-PR
18:45
16:11:31
33,6º
265º
16:13:24
33,2º
265º
18:40:25
00,8º
252º
02:33
Natal-RN
17:15
16:11:34
14,4º
254º
16:13;26
13,9º
254º
--------
-----
----
01:03
Palmas-TO
18:13
16:11:36
28,1º
256º
16:13:28
27,6º
256º
--------
-----
----
02:01
                                             
Petrópolis-RJ
18:09
16:11:28
25,5º
261º
16:13:21
25,1º
261º
--------
-----
----
01:58
Piracicaba-SP
18:27
16:11:30
29,7º
263º
16:13:22
29,2º
263º
--------
-----
----
02:16
Porto Acre-AC
17:29
14:11:45
46,2º
256º
14:13:37
45,8º
256º
16:40:26
10,8º
255º
03:17
Porto Alegre-RS
18:53
16:11:28
33,4º
269º
16:13:21
32,9º
269º
18:40:25
02,0º
252º
02:42
Porto Velho-RO
18:14
15:11:43
42,6º
255º
15:13:36
42,1º
255º
17:40:26
07,1º
254º
03:02
                                             
Pres. Prudente-SP
18:41
16:11:31
33,0º
264º
16:13:24
32,6º
26
18:40:25
00,0º
252º
02:29
Recife-PE
17:17
16:11:32
14,8º
255º
16:13:25
14,3º
255º
--------
-----
----
01:05
Ribeirão Preto-SP
18:26
16:11:30
29,6º
262º
16:13:23
29,2º
262º
--------
-----
----
02:15
Rio Branco-AC
17:31
14:11:45
46,6º
256º
14:13:37
46,1º
256º
16:40:26
11,1º
255º
03:19
Rio de Janeiro-RJ
18:09
16:11:28
25,6º
262º
16:13:21
25,2º
262º
--------
-----
----
01:58
                                             
Salvador-BA
17:37
16:11:31
19,4º
257º
16:13:24
18,9º
257º
--------
-----
----
01:25
Santa Maria-RS
19:03
16:11:29
35,6º
270º
16:13:22
35,2º
270º
18:40:24
03,9º
253º
02:52
Santos-SP
18:24
16:11:29
28,6º
263º
16:13:21
28,2º
263º
--------
-----
----
02:13
Sorocaba-SP
18:27
16:11:29
29,6º
263º
16:13:22
29,1º
263º
--------
-----
----
02:16
S.J. Rio Preto-SP
18:31
16:11:31
31,0º
262º
16:13:24
30,6º
26
--------
-----
----
02:19
                                             
S.J. Campos-SP
18:21
16:11:29
28,1º
263º
16:13:22
27,7º
263º
--------
-----
----
02:10
São Luis-MA
17:48
16:11:39
22,1º
253º
16:13:31
21,7º
253º
--------
-----
----
01:36
São Paulo-SP
18:24
16:11:29
28,8º
263º
16:13:22
28,4º
263º
--------
-----
----
02:13
Teresina-PI
17:45
16:11:36
21,5º
254º
16:13:29
21,0º
254º
--------
-----
----
01:33
Vitória-ES
17:54
16:11:28
22,6º
260º
16:13:21
22,1º
260º
--------
-----
----
01:43

 

OBSERVANDO O TRÂNSITO DE MERCÚRIO


NÃO APONTE INSTRUMENTOS ÓPTICOS DIRETAMENTE PARA O SOL.
CEGUEIRA INSTANTÂNEA SERÁ O RESULTADO MAIS PROVÁVEL !

A observação do trânsito implica na observação do Sol. Portanto, todo o cuidado é pouco e a advertência anterior é fundamental e deve ser rigorosamente obedecida. A utilização de filtros deve ser feita, também, com bastante cuidado e critério, evitando-se o uso de materiais e de procedimentos cuja segurança não tenhamos certeza. Não há porque evitar a observação e assistir o fenômeno pela televisão ou pela Internet. A observação de fenômenos astronômicos, com os devidos cuidados, deve sempre ser feita "ao vivo e em cores"! Aqui vão algumas "dicas" para que você observe o trânsito com segurança:



"Filtros" e "Métodos" que não devem ser utilizados

Não são seguros os seguintes "filtros" e não devem ser utilizados os "métodos" de observação adiante descritos, pois não eliminam o UV ( ultra-violeta ) e o IV ( infra-vermelho) prejudiciais à visão:

1. "Sanduiches" de pedaços de filmes preto e branco velados ou "sanduiches" de pedaços de filmes coloridos velados ( este último "método" é ainda pior );

2. Vidros esfumaçados, vidros coloridos, pedaços de garrafas escuras;

3. Olhar para o reflexo do Sol em uma bacia com água;

4. Óculos escuros, lentes polaróides ou óculos que "filtram" UV, mesmo que, de acordo com o fabricante, a redução de UV seja grande;

5. Papéis celofanes de quaisquer cores em folhas simples ou associados em "sanduiches";

6. Pedaços escuros de radiografias ( chapas de Raios-X );

7. Não utilize filtros que se acoplem à ocular do seu telescópio, mesmo que tenham vindo junto com o telescópio e indicados pelo fabricante. O calor gerado durante a exposição ao Sol pode romper o filtro expondo, repentinamente, a sua vista aos raios solares;

8. Não "adapte" um vidro para máscara de soldador ( mesmo o de nº 14 ) à ocular ou à objetiva do telescópio.



Como acompanhar o fenômeno com segurança

Para a observação do trânsito de Mercúrio e do disco solar, sem o uso de equipamento óptico, é necessário a utilização de um filtro. Um filtro muito eficiente, de baixo custo e de fácil aquisição é o vidro para máscara de soldador nº 14. Colocando-o diante dos olhos, é possível atenuar bastante o brilho solar e filtrar as radiações nocivas aos olhos evitando prejuízos à visão. A observação deve ser feita por breves períodos e seguidos de períodos de "descanso". Assim, um bom procedimento é observar o Sol através do vidro por uns 5 a 10 segundos e depois "descansar" por uns 10 ou 20 segundos. Dada a pequena razão entre os diâmetros aparentes de Mercúrio e do Sol, na observação direta com o uso desse filtro, pode haver um pouco de dificuldade em se visualizar o planeta.


Como acompanhar o fenômeno utilizando um telescópio

O leitor que disponha de uma luneta ou de um telescópio, poderá utilizá-lo no acompanhamento do fenômeno servindo-se do método de projeção da imagem como ilustrado na figura abaixo. O observador deve providenciar uma tela branca para projeção ( cartolina ou papel sulfite ) e um anteparo para produzir sombra na tela de projeção aumentando o contraste da imagem.

Fig. 3 - Observando o Sol pelo método da projeção.

O método de projeção, além de seguro, possui a vantagem de permitir a observação do disco solar simultaneamente por várias pessoas. O método poderá depois ser utilizado por aqueles que desejarem acompanhar o Sol e fazer os registros diários das manchas solares. Orientações sobre como proceder na prática deste importante trabalho de observação astronômica serão objeto de futuras publicações na série Astronomia & Astrofísica.

Existem, também, filtros que podem ser acoplados à objetiva de telescópios, permitindo a observação direta através da ocular do equipamento. Esses filtros, denominados MYLAR, são constituidos por um filme plástico ( ou um celulóide ) sobre o qual está depositada uma camada metálica que reflete grande parte da luz solar e produz forte absorção deixando que apenas uma pequena porcentagem da luz solar atinja a ocular.



OS PRÓXIMOS TRÂNSITOS DE MERCÚRIO E VÊNUS


TRÂNSITOS DE MERCÚRIO
   
DATAS * VISIBILIDADE NO BRASIL
01
2016.Mai.09 Inteiramente visível em todo o território brasileiro.
02
2019.Nov.11 Inteiramente visível em todo o território brasileiro.
03
2032.Nov.13 Apenas as fases finais poderão ser observadas.
04
2039.Nov.07 Apenas as fases finais poderão ser observadas.
   
TRÂNSITOS DE VÊNUS
   
DATAS * VISIBILIDADE NO BRASIL
01
2012.Jun.05 Invisível no Brasil.
02
2117.Dez.10 Invisível no Brasil.
03
2125.Dez.08 Inteiramente visível em todo o território brasileiro.
   

* As datas referem-se ao instante do meio do trânsito, em Tempo Legal do Distrito Federal (TDF).


Imprimir
Fechar

Produção, autores e contatos

Autor: Irineu Gomes Varella

Astrônomo. Diretor do Planetário e Escola
Municipal de Astrofísica de São Paulo,
no período de 1980 a 2002.

Autora: Priscila D. C. F. de Oliveira

Coordenadora do Centro de Documentação
Técnica e Científica em Astronomia do
Planetário e E. M. de Astrofísica de S Paulo.

Ultima atualização: 29.OUT.2006
Designer: Irineu Gomes Varella


Para receber informações sobre eventos astronômicos e uma mensagem eletrônica a cada Circular Astronômica editada, envie um e-mail com seu nome completo, cidade/Estado, com o título "Inscrição" para uranometrianova@yahoo.com.br