Histórias
da Astronomia
Produção: Irineu G. Varella & Priscila D.C.F. de Oliveira
Nº 015 - 12 de Julho de 2005

 
UMA LUNETA ÚNICA NO BRASIL
Histórico e Características do Refrator "Steinheil" 175/2.625 mm
( München - Deutschland )
 
Nelson Alberto Soares Travnik *
 

O instrumento veio para o Brasil em 1921, comprado pela Ordem de São Bento de São Paulo. Em 1922 foi montado no Observatório da Ordem em Arujá (SP). Na década de 1930/40 o padre que tomava conta do Observatório largou a batina e abandonou tudo. O instrumento foi desmontado e guardado em um galpão na cidade de Arujá.

Em 1951, o instrumento foi adquirido pelo Dr. João Octávio Nébias, renomado médico tisiologista, que fundou, em 1954, o Observatório Astronômico Bandeirante, na avenida Nova Cantareira, nº 3344, em São Paulo (SP). O Dr. Abrahão de Morais e o Prof. Abraham Szulc ajudaram na instalação do instrumento.

Após um período de muita atividade, o Observatório ficou inativo por mais de sete anos. Com o falecimento do proprietário, em 1989, o patrimônio passou para a sua esposa e o sobrinho, Dr. José Octávio Nébias. Através do Prof. Paulo Marques dos Santos, do Instituto Astrônomico e Geofísico da Universidade de São Paulo, tive conhecimento do citado instrumento, realizando, em companhia de meu colega Guilherme Grassmann, uma primeira visita ao Observatório Bandeirante em 1986.

Em 1987 visitamos o Observatório pela segunda vez. Ciente, posteriormente, do falecimento do Dr. João Octávio Nébias e o abandono do Observatório, iniciei gestões junto aos herdeiros no sentido da possibilidade de aquisição da luneta 'Steinheil" o que foi concretizado no dia 31 de agosto de 1991.

Após um trabalho de reforma que demandou dois meses, a luneta ficou em condições de uso. Em 02 de outubro de 1992 o instrumento entrou em operação no Observatório Astronômico de Piracicaba (SP), órgão da Secretaria de Educação.

A luneta leva o nome do Sr. João O. Nébias em homenagem ao Observatório Astronômico Bandeirante. Além de trabalhos científicos, ela é utilizada para demonstrações junto ao público e, notadamente, aos escolares. Acredito não haver finalidade mais nobre e altruísta para um instrumento que é uma preciosidade histórica e um exemplo notável da tecnologia alemã em óptica e mecânica final.

CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS DO INSTRUMENTO

Abertura ( D )
=
175 mm
Distância Focal ( F )
=
2.625 mm
Razão Focal ( F/D )
=
15
Massa total do equipamento
=
640 kg


O equipamento está instalado em uma cúpula de 4,80 m. Sua montagem é equatorial alemã, com movimento em ângulo horário controlado por pêndulo e velocidades reguláveis para o movimento diurno do Sol, da Lua, das estrelas e dos planetas. O movimento em declinação é acionado manualmente. Dispõe de círculos graduados iluminados.

 
Figs. 1 e 2 - A luneta Steinheil do Obs. Astronômico de Piracicaba e o astrônomo Nelson A.S. Travnik.


* Nelson A.S. Travnik é Diretor do Observatório Astronômico de Piracicaba (OAP) e astrônomo do Observatório Municipal de Americana (OMA).


Imprimir  
 
Produção, autores e contatos

Irineu Gomes Varella

Astrônomo. Diretor do Planetário do Ibirapuera
e da Escola Municipal de Astrofísica
de São Paulo, no período de 1980 a 2002.

Priscila D. C. F. de Oliveira

Coordenadora do Centro de Documentação Técnica e Científica em Astronomia do Planetário e
Escola Municipal de Astrofísica de S Paulo.

Web Designer: Irineu Gomes Varella
Ultima revisão: 30 de Março de 2010

Para receber informações sobre eventos astronômicos e uma mensagem eletrônica a cada Circular Astronômica editada,
participe do grupo informativo URANOMETRIA NOVA do Yahoo! Grupos.