Histórias
da Astronomia
.
Nº 020
26 de Setembro de 2005

 
SPUTNIK - O PRIMEIRO SATÉLITE ARTIFICIAL DA TERRA
Priscila Di Cianni Ferraz de Oliveira *
 

O primeiro artefato feito pelo homem e lançado ao espaço, foi o satélite artificial russo Sputnik. Ele foi o resultado do trabalho do professor russo Konstantin Eduardovitch Tsiolkovsky que escreveu todos os princípios matemáticos do vôo espacial e dos engenheiros, liderados por Sergey Korolyev, que apresentaram à Academia de Ciências Soviéticas, em 1934, um estudo completo sobre o vôo no espaço e seu retorno, incluíndo combustíveis, proteção para a tripulação etc.

Vinte e três anos depois, no dia 04 de outubro de 1957 às 8:00 horas da manhã, Sergey Korolyev e seus engenheiros, assistem a partir da Base Espacial Baikonur no Casaquistão, o lançamento de um imenso foguete de 3 estágios que carregava no seu topo uma esfera de alumínio de 58 cm de diâmetro e 83 kg, com 2 pares de antenas flexíveis de 2,4 m e 2,9 m.

 
Fig. 1 e 2 - Sputnik I, o primeiro satélite artificial da Terra.

O Sputnik, abria uma nova estrada para a humanidade. Viajando em uma órbita elíptica, inclinada de 64,3º em relação ao Equador terrestre, que o levava a mais de 900 km de distância e atingindo a velocidade de 28.800 km/h no perigeu, o Sputnik I dava uma volta ao redor da Terra em apenas 96,3 minutos.

A queda do último estágio do foguete lançador, ocorreu em 01 de dezembro de 1957 e surpreendeu os cientistas acontecendo antes do previsto; porém, isso forneceu dados para a depuração dos cálculos de re-entrada, elevando a última camada atmosférica em 50 km. Com os dados obtidos na re-entrada, os russos começaram a se preparar para lançar o primeiro homem ao espaço.

Em 03 de novembro de 1957 os soviéticos lançaram o Sputnik II que levava o primeiro ser vivo ao espaço - a cachorrinha da raça esquimó Laika de nome Kudriavka (Crespinha), que sobreviveu por vários dias, até que o suprimento de oxigênio acabou.

Os Estados Unidos responderam lançando, em 31 de janeiro de 1958, o seu próprio satélite - o Explorer I. A União Soviética lançou o Sputnik III, que levava um laboratório para análise do meio ambiente e apresentava também, a novidade de usar a energia solar para carregar seus instrumentos.

 
Fig. 3 - Equipamentos no interior do
Sputnik I.
 
Fig. 4 - A cadela Kudriavka a bordo do
Sputnik II.

A corrida espacial ganhava força. A União Soviética, no entanto, resolveu suspender temporariamente o programa Sputnik para se dedicar a série Lunik - veículos destinados à exploração lunar.

O programa Sputnik foi retomado em 1959 e se estendeu até março de 1961. Foram lançados os Sputniks de V a X, sendo que os de números V, VI, IX e X levaram cachorros que sobreviveram aos processos de re-entrada e os de números VII e VIII serviram como testes de aprimoramento para a nave Venera, que foi enviada à Vênus.

TABELA I - RELAÇÃO DOS SATÉLITES SPUTNIK's

SATÉLITE
LANÇAMENTO
MASSA
PERIGEU
APOGEU
PERÍODO
 
Sputnik I
04.10.1957
83 kg
227 km
946 km
96,3 min
(01)
Sputnik II
03.11.1957
508 kg
225 km
1.670 km
103,7 min
(02)
Sputnik III
15.05.1958
1.326 kg
217 km
1.877 km
106,0 min
(03)
Sputnik IV
15.05.1959
3.964 kg
304 km
369 km
91,3 min
(04)
Sputnik V
19.08.1959
4.590 kg
318 km
318 km
90,7 min
(05)
Sputnik VI
01.12.1959
4.564 kg
187 km
265 km
88,6 min
(06)
Sputnik VII
04.02.1961
6.483 kg
216 km
323 km
89,8 min
(07)
Sputnik VIII
12.02.1961
6.350 kg
227 km
285 km
89,7 min
(08)
Sputnik IX
09.03.1961
4.699 kg
177 km
250 km
88,2 min
(09)
Sputnik X
25.03.1961
4.794 kg
178 km
428 km
88,4 min
(10)
             
NOTAS
(01) Primeiro objeto colocado em órbita pelo homem;
(02) Levou a bordo a cadela Kudriavka, de raça Laika. Estudou raios cósmicos e radiação solar;
(03) Desintegrou-se na atmosfera terrestre 10 meses após o lançamento;
(04) Protótipo de uma nave tripulada;
(05) Transportou dois cães ( Belka e Strelka ) e pequenos animais;
(06) Transportou dois cães ( Pchelka e Mushka ) e pequenos animais;
(07) Tentativa de lançamento de uma sonda venusiana;
(08) Plataforma de lançamento da sonda Venera I, lançada em 12.02.1961, em órbita ao redor do Sol;
(09) Transportou o cão Chernushka e um manequim de madeira. Completou 1 volta ao redor da Terra;
(10) Transportou a cadela Zvezdochka e um manequim de madeira. Completou 1 volta ao redor da Terra.
 

Imprimir
 
Produção, autores e contatos

Irineu Gomes Varella

Astrônomo. Diretor do Planetário do Ibirapuera
e da Escola Municipal de Astrofísica
de São Paulo, no período de 1980 a 2002.

Priscila D. C. F. de Oliveira

Coordenadora do Centro de Documentação Técnica e Científica em Astronomia do Planetário e
Escola Municipal de Astrofísica de S Paulo.

Web Designer: Irineu Gomes Varella
Ultima revisão: 31 de Dezembro de 2005

Para receber informações sobre eventos astronômicos e uma mensagem eletrônica a cada Circular Astronômica editada,
participe do grupo informativo URANOMETRIA NOVA do Yahoo! Grupos.